Dezembro 4, 2020
Starlink

O Starlink é um projeto de desenvolvimento de constelações de satélites em andamento pela empresa americana SpaceX, para desenvolver uma plataforma de satélites de baixo custo e alto desempenho e transceptores terrestres de clientes necessários para implementar um novo sistema de comunicação baseado na internet.[2] Cada satélite Starlink pesa aproximadamente 227 kg e possui um design de painel plano que possui múltiplas antenas de alto rendimento e um único painel solar.

Esta grande constelação de satélites artificiais orbitando em órbita terrestre baixa (LEO) formará a espinha dorsal de uma rede global de internet de banda larga. E a empresa planeja lançar mais 12 mil desses satélites. Muitos astrônomos levantaram temores de que eles interfeririam nas observações visuais e até na radioastronomia.

História da missão
No dia 23 de maio de 2019, às 22:30 EDT, SpaceX lançou 60 satélites Starlink do Complexo 40 (SLC-40) na Estação da Força Aérea de Cabo Canaveral, na Flórida. Cerca de uma hora e dois minutos após o lançamento, os satélites Starlink começam a ser utilizados a uma altitude de 440 km acima da Terra. Eles usam a propulsão a bordo para atingir uma altitude operacional de 550 km.

Lançamentos
A implantação dos 1.584 primeiros satélites será realizada em 24 planos orbitais de 66 satélites cada, com um ângulo de elevação mínimo solicitado mais baixo para melhorar a recepção: 25 graus em vez dos 40 graus das outras duas conchas orbitais. A SpaceX lançou os primeiros 60 satélites da constelação em maio de 2019 em uma órbita de 450 km e esperava até seis lançamentos em 2019 na época, com 720 satélites (12 * 60) para cobertura contínua em 2020.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.